Britannica fornece recursos digitais a mais de 18 milhões de alunos nas Américas do Sul e Central, em meio ao fechamento das escolas devido à pandemia de covid-19

• A empresa disponibilizou recursos vitais para o ensino remoto
• Argentina e países da América Central têm acesso a plataformas online com conteúdos relevantes que despertam a atenção dos alunos e otimizam o tempo dos educadores
• A capacitação profissional para professores é uma parte essencial dos recursos oferecidos pela Britannica, em um momento em que se faz necessário aprender novas maneiras de transmitir conhecimentos
• CEO da Britannica acredita que a crise atual traz diversas oportunidades para transformar a educação

CHICAGO, 7 de maio de 2020

Líderes da área educacional nas Américas do Sul e Central fecharam recentemente uma parceria com a Britannica Digital Learning. A parceria visa a oferecer ensino remoto a mais de 18 milhões de estudantes em El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Argentina, não só durante o fechamento das escolas provocado pelo coronavírus, mas também além.

Nesses países, alunos e professores agora têm acesso a três dos recursos da Britannica: Britannica School, Britannica Escolar e Britannica ImageQuest. Essas plataformas trazem mais de 120 mil artigos em inglês e em espanhol, tradução de artigos para mais de 80 idiomas, ferramentas de aprendizado personalizadas e conteúdo multimídia, incluindo mais de 3,3 milhões de imagens livres de direitos autorais.

As parcerias com os ministérios da educação de Honduras, Guatemala, El Salvador, Nicarágua e Argentina são parte da resposta global da Britannica ao fechamento das escolas. A iniciativa também responde à necessidade de acelerar o desenvolvimento e a distribuição de recursos que apoiem o ensino remoto, área em que a empresa concentra sua atenção há anos.

De acordo com a UNESCO, 91% dos estudantes no mundo todo tiveram suas escolas fechadas como resultado da pandemia. Esses alunos precisam de recursos que garantam o ensino de qualidade em casa, porém o acesso a conteúdos apropriados varia grandemente de um lugar para outro. Dentre os fatores que influenciam essa questão estão a conectividade à internet, o preparo por parte dos professores para o ensino remoto e a existência de recursos apropriados que permitam superar os desafios trazidos pela mudança repentina da sala de aula para o ambiente doméstico.

Para ajudar escolas e educadores a enfrentar esses desafios, a Britannica está disponibilizando mundialmente recursos digitais, soluções personalizadas e oportunidades de capacitação profissional para professores.

De acordo com Karthik Krishnan, CEO do Grupo Britannica, a situação atual criou tanto riscos quanto oportunidades para o futuro da educação. Krishnan afirma: “Escolas, educadores e seus parceiros agora têm um forte incentivo para acelerar a implementação de modelos efetivos de ensino remoto, de modo a proporcionar instrução diferenciada, tentar diminuir as lacunas de aprendizagem e fornecer conteúdo aos alunos em formatos que sejam envolventes. É igualmente importante ajudar os educadores a fazer essa transição, impedir que fiquem sobrecarregados, fornecer recursos que otimizem seu tempo e oferecer o aperfeiçoamento profissional que será necessário na jornada que vem pela frente.”

“No mundo todo, educadores estão enfrentando grandes desafios. Eles estão tendo que se adaptar e se transformar mais rapidamente do que nunca,” continua Krishnan. “Precisamos dar condições de trabalho aos professores e garantir que eles não fiquem sobrecarregados. Também precisamos garantir que os alunos sintam que diversas organizações e indivíduos estão fazendo um esforço conjunto para garantir o futuro deles e assegurar que a educação continue a oferecer um caminho ininterrupto para a prosperidade. As soluções criativas que serão desenvolvidas durante esta crise, sejam elas digitais ou offline, podem reduzir dramaticamente as disparidades de acesso e qualidade no mundo todo. Essas soluções irão complementar a educação em sala de aula quando as escolas reabrirem e nos ajudarão a progredir significativamente em termos de acesso e igualdade, nos colocando assim mais próximos de alcançar a meta número 4 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.”

A Britannica está comprometida a apoiar escolas globalmente, colaborando para resolver os desafios do ensino remoto e contribuindo para diminuir as lacunas de aprendizagem.

 

Sobre a Britannica Digital Learning

Nossa missão é simples: inspirar a curiosidade e a alegria de aprender. Os sonhadores, líderes e construtores do futuro dependem de educadores para ensiná-los a examinar o mundo mais detalhadamente. A BDL tem parcerias com educadores, ministérios e empresas de mídia no mundo todo. Nossos produtos circulam em mais de 80 países, já foram traduzidos para mais de 15 línguas e são utilizados por mais de 150 milhões de alunos. Os recursos, ferramentas e ideias que oferecemos a educadores e estudantes são eficientes, enriquecedores e inovadores, satisfazendo às necessidades do processo ensino-aprendizagem e acompanhando suas transformações. A Britannica Digital Learning é uma divisão do Grupo Britannica, que tem sede em Chicago, nos Estados Unidos.

OUTRAS NOTÍCIAS